O que é o Alcaçuz e para que serve?

Na Grécia antiga, o alcaçuz usava-se para acalmar a tosse e aliviar indisposições do estômago; na China, pensa-se que promove a longevidade. Estudos modernos mostram que esta planta estimula a imunidade, reduz a inflamação e alivia o eczema.

O que é o Alcaçuz e para que serveCultivada em alguns países do Sul da Europa, a planta do alcaçuz é um arbusto alto de flores azuladas. As suas propriedades medicinais residem na raiz, que contém glicirrizina. O alcaçuz é ainda fonte de muitas outras substâncias benéficas, incluindo os fitoestrogénios e os flavonóides. Existe à venda em cápsulas, comprimidos, tinturas e cremes para uso terapêutico. Possui um sabor doce, razão por que é frequentemente combinada com outras plantas medicinais para lhes disfarçar o amargo. Outra forma, o alcaçuz deglicirrizinado (ADG), sofreu a remoção da glicirrizina; vende-se em cápsulas ou em bolachinhas mastigáveis. Os dois tipos de alcaçuz têm utilizações diferentes e provocam reacções diferentes no organismo.
Um dos mais largamente utilizados remédios vegetais, o alcaçuz possui uma longa história médica. Na década de 1970, foi um dos primeiros alimentos a serem investigados pelo programa alimentar experimental do Instituto Nacional do Cancro dos Estados Unidos.

Como actua o alcaçuz

O alcaçuz deglicirrizinado (DGL) estimula a produção de um muco protector favorece a cura das membranas mucosas e combate os microrganismos que podem provocar úlceras na boca.
A glicirrizina do alcaçuz estimula as cápsulas supra-renais a segregarem certas hormonas, reduz a inflamação e aumenta os níveis de interferão, substância que combate os vírus e é produzida pelo sistema imunitário. Outros componentes do alcaçuz são antioxidantes potentes que podem, além disso, imitar os efeitos dos estrogénios no sangue. O ADG produz efeitos benéficos no tracto digestivo.

Virtudes do Alcaçuz, Planta medicinalBenefícios Principais do Acaçuz:

O alcaçuz é útil nos problemas respiratórios porque combate os vírus que atacam o tracto respiratório, alivia sintomas como a tosse e as dores de garganta e ajuda a tornar mais fluida a expectoração. O seu efeito sobre as glândulas supra-renais torna-o útil no tratamento da síndroma da fadiga crónica, da fibromialgia e de outros distúrbios afectados pelos níveis de cortisol — a principal hormona supra-renal — no sangue. Pode ainda tomar–se a planta em todos os casos que envolvam inflamação. É especialmente benéfica contra hepatites, pois combate a inflamação do fígado e ataca o vírus que frequentemente desencadeia a doença.
A forma ADG não actua do mesmo modo que a raiz. O ADG promove a produção, pelo organismo, de substâncias que revestem o esófago e o estômago, protegendo-os dos efeitos corrosivos dos ácidos gástricos, sendo portanto útil em casos de indigestão, úlceras e cólon irritável. Vários estudos mostraram que o ADG era mais eficaz do que certos fármacos normalmente prescritos para aliviar os sintomas das úlceras. Só actua, porém, quando misturado com a saliva, razão por que a forma de ADG em bolacha mastigável é preferível às cápsulas nos casos de problemas digestivos. As bolachas podem ainda ser úteis para acelerar o tratamento das aftas.

Outros Benefícios:

O alcaçuz pode ser útil nos problemas menstruais e da menopausa, pois possui propriedades estrogénicas moderadas, podendo combinar-se com os receptores de estrogénios. Assim, quando há quantidades excessivas de estrogénios no organismo (como na síndroma pré-menstrual), a glicirrizina bloqueia o seu acesso e reduz os seus efeitos; quando o nível de estrogénio é baixo (como acontece depois da menopausa), ela actua como substituto, mais fraco mas eficaz. Os cremes tópicos de alcaçuz acalmam a irritação da pele causada por situações como o eczema.

Curiosidades

Estudos laboratoriais preliminares feitos em animais sugerem um possível efeito anticancerígeno do alcaçuz, principalmente na prevenção dos cancros do cólon e da mama. A glicirrizina, seu principal componente, pode ser a responsável por este efeito, uma vez que aumenta a actividade do sistema imunitário. Podem também estar envolvidos os fitoestrogénios presentes na raiz, pelo menos no que respeita ao combate ao cancro da mama. Raiz do Alcaçuz, Planta medicinal
Segundo um estudo recente, o alcaçuz pode ajudar a manter as artérias limpas, logo a prevenir a doença cardíaca. Os investigadores verificaram que a ingestão diária de 100 mg de raiz de alcaçuz era suficiente para reduzir os danos do colesterol LDL («mau»), grande responsável pela formação de placa ateromatosa.

Dosagem

Para estados inflamatórios, fadiga e outros distúrbios. Tomar extracto de raiz de alcaçuz três vezes por dia em cápsulas ou comprimidos de 200 mg (normalizados para conter 22% de ácido glicirrizínico ou de glicirrizina) ou o equivalente de extracto em líquido. Para a indigestão e problemas relacionados. Mastigar de 2 a 4 bolachas de 380 mg de ADG três vezes por dia.

Para eczema: Aplique creme sobre a área afectada três a quatro vezes por dia.

Utilização:

Os suplementos de raiz de alcaçuz podem tomar-se em qualquer altura do dia. Ao tomar ADG, mastigue bem as bolachinhas cerca de 30 minutos antes das refeições. Os rebuçados são a forma mais eficaz para tratar as dores de garganta.

A maioria dos rebuçados de alcaçuz são adoçados com óleo de anis. Mas, se se fizer um consumo exagerado de rebuçados ou de barras de alcaçuz puro, pode sofrer-se uma subida da tensão arterial.

Compre comprimidos de DGL mastigáveis em que o componente ácido glicirrízico tenha sido removido (este ácido pode provocar retenção de líquidos e tensão arterial alta).Tome um ou dois comprimidos de 380 mg (deixe dissolver completamente na boca) três vezes por dia. Pode utilizar com a frequência que desejar e pode mesmo considerar a toma de DGL a longo prazo (durante pelo menos três meses) se sofrer de úlceras crónicas na boca.

Possíveis efeitos secundários

A raiz de alcaçuz faz subir a tensão, pelo que não devem exceder-se as doses recomendadas. Se precisar de tomar alcaçuz durante mais de um mês, controle a sua tensão arterial. Os rebuçados de alcaçuz puro (ao lado) aumentam a tensão se tomados em excesso. O ADG não provoca aumento de tensão nem apresenta outros efeitos secundários.

Como as pessoas estão a chegar aqui:

 
  • alcacuz
  • raiz de alcaçuz
  • o que é alcaçuz
  • alcaçuz para que serve
  • ácido glicirrizico para que serve


43 Comentários to “O que é o Alcaçuz e para que serve?”
  1. jaqueline
  2. eliane navarro
  3. Zilma
  4. lourdes
  5. lourdes
  6. jucineire
    • EMMY BUZARELLO

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *