Curiosidades sobre o corpo humano

Todos nós já ponderámos acerca dos mistérios do corpo humano e das curiosidades que este nos traz.

Aproveite e saiba  algumas curiosidades sobre o corpo humano que poderão deixar muitos de boca aberta.

Sabia que

  • Existem mais de 650 músculos no corpo.
  • As cartilagens são um dos poucos tecidos que crescem durante toda a vida e que, por isso, entre 30 e 70 anos, o nariz pode crescer cerca de um centímetro e as orelhas um pouco menos.
  • O intestino delgado tem cerca de sete metros de comprimento.
  • O espermatozoide tem a capacidade de se mover a cerca de 45km/hora, enquanto que o sangue, na aorta, ao sair do coração, move-se a uns incríveis 108km/hora. Mais ainda, temos o espirro, que pode alcançar 150km/hora. Mas o vencedor é o impulso nervoso, que consegue chegar a uns impressionantes 360km/hora.
  • Cada centímetro quadrado de pele possui 6cm de vasos sanguíneos.
  • Um fio de cabelo suporta o peso de 3kg.
  • A comida leva cerca de sete segundos para ir da boca ao estômago.
  • A audição é um dos sentidos mais “fracos” que temos, quando comparado com o dos animais, que podem detetar o som com uma frequência muito mais elevada e muito menor do que os seres humanos.
  • O cóccix é o osso no final da coluna vertebral que nada mais é que uma cauda residual. Antigamente, o ser humano ao viver em árvores, necessitava (provavelmente) de uma causa para se equilibrar e comunicar entre os seus pares. Assim, quando os primatas, dos quais evoluímos, ficaram bípedes, a velha caua foi-se tornando inútil até que encolheu ao cóccix que conhecemos hoje.
  • Muitas pessoas arrancam os dentes do siso ao chegar à idade adulta. São quatro dentes inúteis, mas que fazem parte da mandíbula humana. Apesar de tamanho inferior que as dos nossos antepassados, eles continuam a tentar crescer num espaço que já não os acomoda confortavelmente.
  •  Homens e mulheres têm mamilos porque, nos primeiros estágios embrionários, todos são assexuados e, apenas posteriormente, é que existe uma diferenciação sexual e o feto se torna num futuro ser feminino ou num futuro ser masculino, começando a desenvolver as características próprias de cada género.


Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome : Email :