Tratamento com plantas medicinais

As plantas podem ser muito úteis para o tratamento de diversos problemas de saúde e são uma boa alternativa ao uso de medicamentos convencionais. O seu uso pode inclusive estender-se à própria prevenção das doenças de um modo geral.

Na verdade, as imensas propriedades medicinais que a enorme variedade de plantas por todo o mundo nos oferece, servem para tratar quase todas as necessidades da terapêutica moderna.

Contudo, para que sejam realmente eficazes, e o tratamento não tenha efeitos secundários indesejados, é fundamental ter em atenção alguns fatores essenciais na altura da aplicação destas plantas medicinais.

Destacamos os seguintes conselhos para o uso seguro das plantas medicinais:

  • Em primeiro lugar, é preciso saber identificar qual é a causa do problema que o afeta. Aconselhamos que consulte o seu médico, de modo a detetar a origem do problema através de exames. Apenas quando souber qual a causa que está a afetar a sua saúde é que vai conseguir selecionar e usar a planta medicinal apropriada para tratar o problema, assim como a dosagem correta a aplicar.
  • Evite a automedicação. Ainda que possa estar a sentir determinados sintomas e pense que sabe qual a causa que os possa estar a causar, é sempre mais seguro saber exatamente a origem desse problema. A automedicação deve ser acima de tudo um ato responsável, depois de se estar bem informado das propriedades das plantas, assim como dos seus possíveis efeitos secundários e restrições.
  • Algumas das suas rotinas diárias podem estar na origem dos problemas para os quais procura tratamento. É por exemplo, o caso da ingestão de álcool, do uso de tabaco ou o excesso de stress e ansiedade. Para que o tratamento resulte, muitas vezes o primeiro passo passa por eliminar estas primeiras condicionantes, que podem pôr em risco a eficácia das plantas utilizadas. Infelizmente, muitas das doenças crónicas que padece grande parte da população mundial tem origem em hábitos de vida pouco saudáveis. Ao mudar esses maus hábitos, consegue-se maximizar o efeito benéfico das plantas medicinais.
  • Evite o uso de plantas que não estejam identificadas. Aconselhamos que as adquira em ervanárias ou através de profissionais habilitados para reconhecer as suas caraterísticas e propriedades.
  • Em determinadas circunstâncias, como gravidez ou aplicação do tratamento em crianças pequenas, é preciso ter as mesmas precauções que se teria com um medicamento farmacêutico convencional. As doses devem ser mais pequenas e no caso das grávidas é preciso ter em conta que algumas plantas possuem propriedades potencialmente abortivas, pelo que o seu consumo deve ser evitado.
  • Embora a maioria das plantas medicinais não sejam tóxicas, algumas podem desencadear efeitos secundários indesejados. Algumas plantas medicinais só se tornam tóxicas quando tomadas em doses elevadas, pelo que convém conhecer as suas propriedades e indicações, a fim de tomar a dose adequada.


1 Comentário to “Tratamento com plantas medicinais”

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome : Email :