Sabia que a poluição sonora – ruído pode matar?

Baixe o volume do som ou ponha tampões nos ouvidos – a poluição sonora é um factor importante que contribui para a morte prematura de pessoas em todo o mundo.

De acordo com estudos realizados pelo Grupo de Trabalho sobre as Doenças do Excesso de Ruído Ambiental, da Organização Mundial de Saúde (OMS), milhares de pessoas perdem anos de vida saudável devido às consequências Insidiosas da exposição crónica ao ruído.

Uma das ligações mais Importantes é a que existe entre o ruído e o assassino número um nos países desenvolvidos: as doenças cardíacas.

A exposição prolongada ao ruído do trânsito é responsável por 3% das mortes por doença coronária, o que corresponde a mais de 200 mil mortes por ano em todo o mundo. O ruído cria um tipo de stress crónico que coloca o corpo num estado de alerta exacerbado. Mesmo quando está a dormir, o seu cérebro e o seu corpo continuam a reagir aos sons, libertando hormonas do stress, como o cortisol e a epinefrina. Estas hormonas podem provocar alterações no coração e nos vasos sanguíneos, que contribuem para a hipertensão, paragens cardíacas, ataques cardíacos e tromboses. O patamar mínimo a partir do qual podem surgir problemas cardiovasculares corresponde a uma exposição crónica ao ruído de 50 decibéis ou mais (um pouco menos do que seria de esperar num restaurante cheio).

Entretanto, o ruído de fundo de baixo nível mas permanente, que para a maioria das pessoas é irritante e deprimente, pode aumentar os níveis de sfress e ser responsável por um igual número de mortes.

Basta um ruído de fundo de 35 decibéis para causar perturbação e aumentar os riscos. E o ruído nocturno pode ter um impacto através dos seus efeitos na Interrupção do sono e, consequentemente, aumentar a fadiga, a irritabilidade e a agressividade.



Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome : Email :