Propriedades terapêuticas do Epilóbio

epilobio

Epilóbio

Epilobium angustifolium L. Onagráceas


Propriedades terapêuticas: adstringente, emoliente, hemostático, vulnerário.

A medicina popular utiliza esta planta medicinal para lavagens da boca e gargarejos, devido às suas propriedades adstringentes e tensoactivas.

Usada no tratamento: aftas, diarreia, ferida.

Partes utilizadas: raiz, flores, folhas secas.

Na Europa do Norte, os rebentos e a medula dos caules são utilizados em culinária para saladas ou cozidos como legumes. Com as folhas e flores secas preparam-se infusões doces, extremamente salutares.

Identificação: de 0,70 a 1,60 m de altura. Vivaz, caule simples, avermelhado, rígido; folhas sésseis, extensamente lanceoladas, inteiras, com nervuras salientes na face inferior; flores cor-de-rosa intenso (Junho-Outubro), pendentes, em comprida espiga terminal frouxa, cálice com 4 sépalas agudas, coradas, corola com 4 pétalas quase iguais, abertas num plano vertical, 8 estames e estilete com 4 estigmas em cruz pendentes; cápsula comprida e estreita, com 4 valvas, que contêm várias centenas de sementes providas de longos papilhos; toiça prostrada e longa. Sabor adocicado (raiz).

Habitat: Europa, excepto na região mediterrânica, taludes, solos arenosos; até 2300 m.

Cor das flores: cor-de-rosa forte ou vermelho, ricas em néctar, e possuem frutos com 4 valvas, que ao abrirem libertam centenas de sementes leves encimadas por plumas sedosas. Plantas vivazes de extrema beleza, difundem-se nas areias húmidas e nas ravinas das montanhas.

Clima: Nas regiões com clima temperado.



3 Comentários to “Propriedades terapêuticas do Epilóbio”
  1. Walter Monzón
  2. Ari Guilherme
  3. JOSÉ GUIMARÃES DA SILVA NETO

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome : Email :