Processo de desintoxicação natural do organismo

APARELHO LINFÁTICO,ARMAZENAMENTO DE GORDURAS,desintoxicação do organismo, Desintoxicação natural,fígado,intestinos,pele,Processo de desintoxicação,pulmões,rins

A primeira coisa que precisa de saber acerca da desintoxicação é que, na realidade, o organismo possui o seu próprio sistema de eliminação. É obrigado a tê-lo, pois, de outra maneira ficaria envenenado pelas toxinas naturais, incluindo produtos residuais dos alimentos, bactérias mortas e restos dos milhões de novas células produzidas diariamente. Para sabermos como funciona tal processo de desintoxicação, precisamos de compreender os fundamentos deste sistema.

O FÍGADO

Os alimentos são processados no estômago e no intestino delgado. Os produtos assimiláveis são absorvidos e os residuais, enviados para o sistema de desintoxicação. Destes, 75% passam através do fígado, enquanto as toxinas nocivas, não solúveis em água, são neutralizadas pelas enzimas naturais, para que se possam diluir em água, passando depois para os rins ou para os intestinos para serem expelidas.

ARMAZENAMENTO DE GORDURAS

Se o fígado estiver sobrecarregado de toxinas, não as poderá processar. Deste modo, o organismo encaminha as toxinas para armazenamentos de gordura, onde não lhe serão tão nocivas.

OS RINS

Os rins filtram o sangue, removem o excesso de água e as toxinas não solúveis na água, que passam seguidamente para a urina.

A PELE

A pele, o maior órgão do corpo humano, desempenha também um papel na desintoxicação. Tal como o fígado, a pele produz enzimas que fazem com que certas toxinas passem através da pele diluídas em água. Estas entram na corrente sanguínea e são expelidas na urina e no suor. A transpiração extrai igualmente toxinas da corrente sanguínea.

OS PULMÕES

Os pulmões removem o dióxido de carbono do corpo e contêm níveis baixos de antioxidantes, o que neutraliza os radicais livres. Transformam também algumas toxinas em substâncias solúveis em água, que depois serão expelidas pela expiração.

O APARELHO LINFÁTICO

Esta série de finíssimos vasos circula por todo o corpo e transporta nutrientes num fluido conhecido por linfa. O aparelho linfático é importante na desintoxicação porque remove produtos não assimiláveis pelo organismo; é igualmente uma parte vital do sistema imunitário do organismo.

OS INTESTINOS

Os ingredientes nocivos do estômago são filtrados nos intestinos e enviados para o fígado para serem processados. O papel mais importante dos intestinos é expelir as toxinas processadas através das fezes. Se o funcionamento dos intestinos for lento, as fezes permanecem nestes e as toxinas acabarão por ser reabsorvidas pela corrente sanguínea.



Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome : Email :