Planta medicinal Hera

hera

Hera

Hedera helix L.
Aradeira, hereira, hedera, hedra, hera-dos-muros, hera-trepadeira,  heradeira
Aialiáceas

A hera têm sido atribuídas as mais variadas designações, nomes populares na sua maior parte femininos, como acontece em todas as línguas românicas, com excepção do francês, que deu à planta um nome masculino: lierre. Existem algumas pessoas que apreciam a hera, permitindo que adorne com o seu manto sussurrante os caramanchões, as grades ou as fachadas das suas casas; outras consideram-na uma planta prejudicial e destroem-na. É certo que a hera deteriora as paredes e que, quando invade o solo, nenhuma outra vegetação consegue encontrar o seu caminho para a luz. No entanto, não é parasita, pois, apesar de se agarrar às árvores, não se alimenta da sua seiva. Esta hera pode viver muito tempo: conhecem-se alguns exemplares com 400 anos; então, por vezes o caule adquire a espessura de um tronco de árvore. Os frutos amadurecem na Primavera, aconselhando-se prudência, pois são tóxicos, não devendo ser consumidos.
Tradicionalmente, a hera escondia os duendes sob a sua folhagem, protegia as casas dos espíritos malignos e era tida como símbolo de fidelidade e longevidade. Juntamente com a vinha, associa-se ao deus Baco.

* Nunca consumir os frutos; quanto às folhas, respeitar sempre as doses indicadas.

Habitat da hera: Europa; frequente em quase todo o território português; até 1000 m.

Identificação da hera: de 3 a 50 m de altura. Arbusto, trepador ou rastejante; caule lenhoso, vigoroso, trepa aos muros e às árvores por meio de raízes laterais; folhas verde-escuras, brilhantes, coriáceas, alternas, pecioladas, persistindo cerca de 3 anos, de triangulares a palmatilo-badas, ovais nas sumidades floridas; flores amarelo-esverdeadas (Setembro-Outubro), em pequenas umbelas esféricas com numerosos raios, cálice com 5 dentes curtos, soldados ao ovário, 5 pétalas lanceoladas, reflexas; fruto globoso, preto, com 4 a 5 sementes cor-de–rosa.

Cheiro aromático; sabor amargo.

Partes da planta medicinal utilizadas: folhas novas, frescas.

Componentes medicinais da hera: estrogéneos, hederina

Propriedades medicinais da hera: analgésico, antiespasmódico, emenagogo.

Usada no tratamento: bronquite, cabelo, calo, celulite, edema, estrias, hipertensão, menstruação, queimadura, queimadura solar, reumatismo, tosse convulsa, traqueíte.



2 Comentários to “Planta medicinal Hera”
  1. Esmeralda tura Citriniti
    • Luiz

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome : Email :