Mitos e verdades sobre o sono

Vivemos em tempos em que cada vez mais os nossos dias são preenchidos com inúmeras atividades profissionais ou familiares.

Certamente, que em muitos desses dias já teve de sacrificar algumas horas de sono para conseguir levar a cabo todas as tarefas, mas esta prática, quando regular, apenas o prejudica.

Até as mais pequenas alterações na sua rotina de sono podem ter consequências no seu estado de espírito, humor , níveis de energia e capacidade para lidar com o stress.

 

 

Existem muitos mitos comuns acerca do sono. Frequentemente os ouvimos, mas nem sempre sabemos quais os que são mitos e quais os que correspondem, efetivamente, a verdade.

Segue-se uma lista com alguns dos principais e mais populares mitos e verdades sobre o sono:

Falso. Cada vez mais estudos científicos mostram correlações entre má qualidade de sono e / ou sono insuficiente, com uma variedade de doenças, incluindo tensão alta, diabetes e depressão. Além disso, pouco sono pode diminuir a secreção da hormona de crescimento, que tem sido associada com a obesidade. O aconselhado é que durma entre 7 a 9 horas diariamente.

  • Dormir apenas uma hora a menos por noite não vai afetar a forma como se sente durante o dia e cumpre as suas tarefas

Embora aparentemente não note uma sonolência maior, a verdade é que apenas menos uma hora de sono pode afetar os seus níveis de alerta, o seu raciocínio e capacidade para realizar com eficiência e rapidez cada tarefa. Dormir menos também compromete a sua saúde cardiovascular, equilíbrio, energia e capacidade de combater infecções.

  • O nosso corpo adapta-se facilmente  a diferente horários e rotinas de sono

Mudanças bruscas nas rotinas de sono podem ter consequências negativas na forma como o seu corpo se irá comportar. Na verdade, a melhor estratégia é ir alterando gradualmente o horário, de modo a que o corpo consiga acompanhar as diferenças implementadas. Tenha sempre em mente que pode levar mais de uma semana para o seu corpo se adaptar totalmente à mudança de horários de sono. Com o passar do tempo o seu corpo vai começar a habituar-se ao novo horário e vai sentir-se mais revigorado.

  • Algum tempo extra de sono à noite pode ajudar a tratar problemas como fadiga diurna excessiva

A quantidade de sono que tem diariamente é importante, claro, mas é a qualidade a que tem que prestar maior atenção. Algumas pessoas dormem oito ou nove horas por noite, mas acabam por não se sentir revigoradas e descansadas na manhã seguinte porque a qualidade do seu sono é pobre. Aconselhamos que durma sempre num ambiente bem tranquilo. O ambiente tranquilo do seu quarto vai ajudar a sua mente a relaxar, a dormir melhor e mais rapidamente.



Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome : Email :