Devo dar ouvidos à minha mãe (drogas)?

Sim, sinto-me apertado e não sei se devo ou não dar ouvidos à minha mãe.

Basicamente, tenho um amigo que usa drogas. Antes de me começarem a bombardear com (Oh meu Deus as drogas vão arruinar a sua vida! e, procure melhores amigos). Deixem-me explicar. Conheci este amigo na escola, ele é alguns anos mais velho do que eu, e fomos para a mesma universidade. Ele já se formou, e vive um boa vida, como designer gráfico, bastante bem sucedido. Ele até está noivo com uma das minhas melhores amigas, ela está plenamente consciente de que ele usa drogas.

Sim, ouviu bem. Ele não usa drogas todos os dias, e não é viciado em nada, mas ás vezes ele toma ácido, ecstasy, ou, muito raramente, heroína. Ele diz que as drogas o ajudam a surgir com novas ideias e a focar melhor e, eu acredito totalmente nele. O trabalho dele é verdadeiramente maravilhoso, ele sempre teve muito auto-controle, por isso duvido que ele se torne viciado, principalmente porque só usa essas drogas no máximo uma vez por mês, normalmente, com menos frequência. Como disse, a sua noiva, uma das minhas melhores amigas, sabe disso e, convive bem com esse facto. Eu já lhe disse para ela estar alerta, por alguns sinais de vício, até ao momento não houve nenhum. Esta situação com as drogas já dura há quase três anos.

É aqui que o problema surge, há menos um ano atrás contei ao meu pai sobre a situação do meu amigo com as drogas, ele disse que entendia, porque conhece muito bem o meu amigo. A minha mãe, porém, não sabia nada sobre este assunto, até ontem.

Para encurtar um longa história, o meu amigo veio-me mostrar um anúncio que está a projectar para uma pequena empresa , é um óptimo anuncio, talvez um dos seus melhores trabalhos, até ao momento. Perguntei-lhe, em acto de brincadeira, se era resultado do uso das drogas, e ele disse que sim. A minha mãe ouvi, e ficou furiosa. Ela gritou comigo e com o meu amigo, chamando-nos a ambos de viciados em drogas, acabei por passar a noite em casa do meu amigo. Voltei hoje, de manhã, para casa, a minha mãe estava mais calma, mas ainda está muito zangado comigo por eu ser amigo de um “traficante”. Ela diz que a única forma de me perdoar é, se eu cortar relações com o meu amigo e com a noiva dele, e se participar em algum tipo de curso de educação sobre as drogas. O meu pai está do meu lado, mas neste momento não está a fazer nada para me ajudar, pois a minha mãe é assustadora, quando está zangada. Eu não moro os com os meus pais, estava apenas a fazer-lhes um visita, de uma semana, talvez por isso, me possa afastar um pouco até que a fúria da minha mãe passe.

O que devo fazer? Quero manter a minha amizade com estas duas, óptimas, pessoas mas não quero estar envolvido num grande problema familiar, ou coisa parecida. Como devo explicar à minha mãe que, de facto o meu amigo não é um viciado em drogas?

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome : Email :