Consequências do tabagismo

Os malefícios do consumo do tabaco

Quando começou a ser consumido os malefícios do tabaco eram desconhecidos. Só a partir do século XX é que estes começaram a ser identificados nalguns livros de medicina, mas de uma forma muito subtil. O cancro do lábio ou da língua eram os mais conhecidos nessa altura por causa do uso do cachimbo. Só com o decorrer do século, alguns estudos foram desenvolvidos, marcando o tabagismo como altamente prejudicial para a saúde em geral. Hoje em dia, os malefícios do tabaco são bem conhecidos e o cancro é a doença predominante.  A lista de efeitos nocivos e doenças causadas pelo seu consumo é muito extensa. Actualmente o tabagismo é considerado uma doença crónica. O cancro do pulmão é a  primeira doença que nos vem à mente quando falamos das consequências do tabagismo. O seu risco aumenta  com o número de cigarros consumidos por dia e pelo tempo em que este hábito é estabelecido na vida do doente. Porém, existem outras doenças e efeitos nocivos bastante graves além do cancro do pulmão.

Tipos de cancros

O tabagismo também causa morte por vários tipos de cancro. O seu fumo é altamente prejudicial e provoca inúmeras doenças estendendo-se muito além do cancro do pulmão. O cancro da laringe, esógafo, estômago, pâncreas, aparelho urinário também podem ser causados pelo  consumo do tabaco.

Doenças pulmonares

O consumo do tabaco pode provocar outras doenças pulmonares, como a DPOC ou doença pulmonar obstrutiva crónica (enfisema pulmonar; bronquite crónica), exacerbação da asma,  infecção aguda das vias respiratórias e redução significativa da função pulmonar. A maior parte destas doenças surge depois de alguns anos de consumo.

Doenças cérebro-vasculares

Podem surgir doenças como a trombose ou hemorragia cerebral.

Doenças cardiovasculares

Este hábito nocivo também conduz a doenças cardiovasculares como o enfarte agudo do miocárdio, doença vascular periférica e aneurisma da aorta.

Disfunções sexuais

Nos homens, o tabagismo favorece dificuldade de erecção, ejaculação precoce, infertilidade e diminuição do desejo sexual. Nas mulheres, estão associados o cancro do colo do útero e da bexiga, menopausa precoce, menor lubrificação vaginal, diminuição de desejo sexual e infertilidade, podendo causar também abortos ou nascimento de prematuros ou com peso abaixo do normal.

Anomalias do desenvolvimento fetal

Anomalias do desenvolvimento fetal e de manifestações pós-natais, tais como morte súbita infantil, anomalias da aprendizagem e do comportamento, baixa estatura e compromisso do aparelho respiratório da criança.

Consequências estéticas

O escurecimento dos dentes, inflamação das gengivas, mau hálito e envelhecimento da pele.

Outros efeitos nocivos

O tabagismo interfere no metabolismo de alguns medicamentos, está associado à úlcera péptica, dificulta a cicatrização e facilita o aparecimento de complicações nos doentes diabéticos. O fumo do tabaco causa efeitos não apenas a longo prazo, mas também efeitos imediatos, como irritação nos olhos, congestão nasal, tosse, dores de cabeça e alergias.

Como as pessoas estão a chegar aqui:

 
  • consequencias do tabaco
  • consequencias do tabagismo
  • tabagismo consequencias
  • tabaco consequencias
  • consequencias do consumo de tabaco


6 Comentários to “Consequências do tabagismo
  1. Antonio
  2. Ines
  3. Gonçalo
  4. ailton cena filho
  5. Dylan FatalizadoOr
  6. ines

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *