Como combater e prevenir frieiras

O que fazer para prevenir frieiras

As frieiras são muitas vezes o resultado da exposição da pele a temperaturas baixas. Esta fica com uma cor avermelhada e por vezes até azulada. Os dedos das mãos e dos pés, o nariz e as orelhas são normalmente as zonas mais afectadas. Pode também aparecer, embora com menos frequência, nos cotovelos, joelhos e partes inferiores das pernas. A pele fica com uma inflamação que causa dor, inchada e vermelha, sente-se uma comichão que não passa mesmo se coçar-mos. Nos casos mais graves, as frieiras podem causar bolhas e feridas. É uma doença que não é grave, mas pode ser muito incomodativa causando também algum sofrimento. As pessoas que mais sofrem com este mal são as que possuem uma má circulação sanguínea e quando está frio estas tem mais dificuldade de manter aquecidas as extremidades do corpo. Os idosos e as mulheres são o grupo mais afectado.

Para tratar este mal, deve evitar andar ao frio e manter as áreas afectadas confortáveis, quentes e secas. As pele com frieiras não deve estar junto ao fogo nem a fontes de calor, pois podem se agravar. Deve fazer uma massagem suave na zona afectada para activar a circulação. Por muito que tenha vontade, não coce as áreas atingidas para não fazer ferida. As frieiras curam-se com a chegada do tempo mais quente, até lá deve manter as extremidades do corpo aquecidas e evite exposições prolongadas de frio. Se tiver tendência para sofrer de frieiras deve proteger-se do frio, cobrindo as zonas afectadas com roupa de preferência de lã. A casa deve estar bem aquecida, e quando sair para a rua use roupas adequadas (luvas, calçado apropriado, gorros de lã, etc.).  Se as frieiras persistirem, consulte um médico, que lhe poderá receitar uma pomada para acalmar a irritação.



Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome : Email :