Sintomas e Diagnóstico do cancro da mama

O diagnóstico precoce do cancro da mama está associado a uma maior taxa de sobrevivência. O cancro da mama normalmente não causa dor. Na verdade, na primeira fase de desembolvimento, você pode até não ter sintomas do cancro da mama, mas à medida que o cancer crescer, pode causar as seguintes alterações:
• Um nódulo ou espessamento na mama ou axila

• Uma mudança na cor ou textura da pele da mama ou da aréola (como ondulações, ou descamação).

• Descargas líquidas limpas ou sangrentas pelo mamilo

• Retracção ou recuo do mamilo

• Mudança no tamanho e forma dos seios

Especialistas em saúde dizem que os seus seios podem mudar de tamanho e forma durante a gravidez e durante o ciclo menstrual. Podem formar nódulos de alterações fibroquisticas, quistos, tumores não cancerígenos, infecções, traumas da mama ou depósitos de cálcio. No entanto se o nódulo não desaparecer depois de um mês, deve consultar o seu médico.

Nota: qualquer alteração nas mamas deve ser relatada a um médico, sem demora.
Diagnóstico do cancro da mama

Se descobrir um nódulo por si, ou se for encontrado durante um exame à mama ou mamografia de rotina, o médico tem uma gama de testes de diagnóstico por onde escolher para fazer uma análise mais aprofundada. Alguns destes testes incluem ultra-sons, biopsias, exames hormonais, exames de estágio e testes genéticos.

Uma biopsia envolve remover uma pequena amostra de tecido da mama (afectada) e enviá-la para o laboratório para análise. Se forem encontradas células malignas a partir da amostra, o seu médico poderá recomendar testes hormonais. Nesses testes o seu médico irá ver se as células malignas têm receptores para as hormonas estrogênio e / ou progesterona, que podem afectar a forma como o cancer se desenvolve. Se for concluído que as células têm receptores, o médico pode tratá-la com a droga tamoxifen. Tamoxifen impedirá que o estrógeno se ligue a essas células.

• O médico irá examinar os seios através da inspecção visual e palpação. Inspecção visual visa as mudanças no contorno da mama, covinhas novas, inversão do mamilo, corrimento, verrugas ou feridas. A palpação é feita usando as almofadas dos dedos para pressionar e sentir o tecido em torno dos seios para procurar caroços invulgares. Os caroços benignos (não cancerosos) podem ter uma palpação diferente dos cancerosos, mas na maioria das vezes é muito difícil determinar se um nódulo é canceroso, sem testes adicionais.
• A mamografia é uma radiografia da mama que revela as áreas suspeitas, por serem mais densas do que o tecido mamário normal ou por terem depósitos de cálcio anormais.

• O ultra-som utiliza ondas sonoras de alta frequência que entram no peito e ressaltam de volta. O padrão dos seus ecos produz uma imagem, chamada de ultra-som que detecta se o nódulo da mama é sólido (possivelmente cancerígeno) ou preenchido com um líquido (não canceroso). O ultra-som é geralmente recomendado para avaliar um nódulo palpável ou uma anormalidade vista numa mamograma.



Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome : Email :