► Natureza      ► Truques Cozinha      ► Produtos Naturais      ► Receitas Rápidas      ► Viver com Qualidade

Propriedades terapêuticas do alho

 

O alho já era bastante conhecido para o povo do antigo Egipto. Os trabalhadores das pirâmides ingeriam alho para lhes dar força e resistência aos trabalhos forçados. No século dezanove, o cientista Louis Pasteur estudou os seus agentes anti-bacterianos e durante as guerras mundiais usavam o alho para tratar os feridos. Devido às suas propriedades terapêuticas, este era usado para tratar as mais diversas doenças. Hoje em dia é usado sobretudo para reduzir o risco de doenças cardiovasculares e doenças cancerígenas. É também usado para reduzir os níveis de colesterol e a coagulação do sangue. O alho ajuda a combater infecções e reforça a imunidade. O alho é muito  utilizado na culinária dos países do mediterrâneo, e é por esta razão que a  Espanha e a Itália revelam números reduzidos de aterosclerose.

Vários estudos sugerem que o alho pode prevenir as doenças cardíacas por diversas formas. Por exemplo, diminui as probabilidades de as plaquetas (as células envolvidas na coagulação do sangue) se aglomerarem e agarrarem às paredes das artérias, pelo que reduz o risco de ataque cardíaco. Há provas de que a planta dissolve as proteínas formadoras de coágulos implicadas no desenvolvimento da placa ateromatosa. O alho também faz baixar ligeiramente a tensão arterial, principalmente por alargar os vasos sanguíneos, permitindo que o sangue circule mais livremente. As conclusões de estudos recentes sobre os efeitos do alho no colesterol não são bem claras, mas a maioria dos médicos partidários dos suplementos nutricionais pensa que vale a pena experimentar o alho em combinação com outros suplementos que baixam o colesterol.

Como as pessoas estão a chegar aqui:

 
  • propriedades terapeuticas do alho

Artigos Relacionados:

Se gostou do Artigo:
clique aqui para subscrever a nossa newsletter
clique aqui para enviar por E-mail aos seus Amigos
Escrito por Bem Estar em Alimentos e Nutrição, Nutrientes
Deixe um comentário

Tags: , , , ,

 

Se você tem alguma sugestão ou dúvida, escreva um comentário.

Deixe um Comentário

Algum HTML é permitido.