Musculação feminina – As funções da Albumina

Quem malha e busca conseguir melhorar sua massa corporal, através de suplementos alimentares, com certeza já ouviu falar na albumina. Mas afinal o que é, para que serve, quais os efeitos e como tomar? Tem importância na musculação feminina? Isso é o que responderemos logo em seguida.

A albumina é uma proteína de alto valor biológico que é encontrada na clara do ovo, no leite, e até em nosso sangue. É bastante utilizada por praticantes de musculação devido aos bons resultados na suplementação, e também devido ao seu baixo custo. Além disso ela é uma das proteínas animais mais ricas de toda a natureza, sendo totalmente indicada às pessoas que querem ter ganho de massa muscular, ou que fazem dietas, como a famosa dieta da proteína.

São funções da albumina no nosso corpo:

  • Manutenção da pressão osmótica
  • Transporte de hormônios tiroideais
  • Transporte de hormônios lipossolúveis
  • Transporte de ácidos graxos livres
  • Transporte de bilirrubina não conjugada
  • Transporte de fármacos e drogas
  • União competitiva com íons de cálcio
  • Controle do pH

A albumina fornece aminoácidos essenciais em boas quantidades, sendo importante para a reposição de proteínas em atletas ou para a recuperação e hipertrofia muscular, além de poder ser usada como fonte de energia.

 

Efeitos positivos da albumina:

  • A albumina ajuda a eliminar impurezas do organismo, uma vez que deixa o intestino mais solto. Até mesmo para quem tem problemas de prisão de ventre, é indicado o consumo dessa proteína.
  • Em alguns casos de anemia, ela também é recomendada como complemento alimentar.
  • Ela tem uma grande quantidade de aminoácidos essenciais, o que contribui para a recuperação do tecido muscular, ou seja, para a síntese de proteínas e aumento de volume corporal (hipertrofia).
  • Além dos efeitos acima citados, ela fornece energia para os exercícios e atividades cotidianas.

 

Efeitos negativos da albumina:

  • Problemas nos rins – Como qualquer proteína ela pode, em excesso, sobrecarregar os rins que terão de metabolizar seus excessos proteicos. Além disso, algumas pesquisas tem relacionado o excesso de proteínas a uma menor absorção de cálcio.
  •  Diarréia – Algumas pessoas podem ter diarreias e enjoos, como efeito secundário do consumo da albumina, principalmente nos shakes vendidos atualmente em farmácias e lojas especializadas em suplementos.
  • Excesso de flatulências – Como é derivada do ovo, é inevitável que a pessoa que utilize a proteína passe a “soltar pums” com mais frequência e com o odor mais desagradável que o normal. E algo inevitável e constrangedor, porém faz parte do processo.

 

Como tomar:

  • O melhor horário para se tomar albumina é antes de dormir ou ao acordar, devido a lenta absorção da proteína. Assim, o corpo mantém absorvendo uma quantidade constante por um longo período de tempo.
  • A albumina tem sim seus efeitos benéficos mas, como todo suplemento, devem ser sempre indicados pelo seu médico ou nutricionista, pois somente eles podem determinar se ela é a mais adequada ao seu tipo físico. Além disso, devido aos já citados efeitos colaterais, torna-se mais que importante tomar os devidos cuidados antes de prosseguir o uso.

 

Por todas estas razões, se praticar musculação, a toma de albumina é aconselhável.



1 Comentário to “Musculação feminina – As funções da Albumina”
  1. Rafael Murcia

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome : Email :