Medicina Natural Fitoterapia

Fitoterapia

A fitoterapia significa o tratamento com o emprego de remédios de origem vegetal. Antes da Farmácia ser química, todos os tratamentos eram feitos à base de plantas medicinais. A Medicina Natural existe desde o princípio do mundo e não perdeu o seu valor, ela é válida e eficaz para determinado grupo de doenças, especialmente as crónicas.

Fitoquímico significa a química vegetal, curar e preservar a saúde pelas virtudes das plantas medicinais. Temos vindo a salientar que a dieta rica em vegetais é um método eficaz no tratamento de muitas doenças, pois é rica em fitoquímicos, que são substâncias não nutritivas, mas que, à luz da ciência, possuem propriedades terapêuticas reais benéficas para a defesa e manutenção da saúde e podem curar doenças crónicas desde que sejam incluídas na alimentação. Podem-se tratar doenças crónicas com compostos fenólicos, antioxidantes naturais que incluem vitaminas A, C e E e existem em abundância nas nozes, nos cereais integrais, nos vegetais e nas frutas. A que tipos de doenças crónicas nos estamos a referir? Falamos de doenças como a diabetes, o cancro, a hipertensão arterial, os processos inflamatórios e de aterosclerose. Os fitoquímicos, as frutas e os vegetais são pobres em gorduras, não contêm ácidos gordos saturados nem colesterol, mas, por outro lado, são ricos em potássio, fibras e ácido fólico e outros componentes benéficos que têm um efeito protector espectacular, especialmente em cancros que envolvem as células epiteliais. É por isso que ingerindo em abundância muita fruta e vegetais, conferimos protecção ao nosso corpo contra doenças de origem cancerosa; comendo muita laranja, rica em vitamina C, conferimos imunidade contra a gripe e contra outras patologias respiratórias que aparecem no Inverno e evitamos o escorbuto. Pessoas que comem grande quantidade de frutas e verduras (os vegetarianos) têm metade do risco de vir a contrair o cancro do pulmão, o cancro do colo do útero, o cancro do cólon e o cancro do pâncreas do que as pessoas omnívoras. Os alimentos mais conhecidos com propriedades anticancerígenas são: o alho, a soja, as couves, o gengibre, a alcaçuz, as cenouras, o aipo, salsa, coentros, cebolas, citrinos, brócolos, couve-de-bruxelas, tomates, pimento, cevada, hortelã-pimenta, tomilho, orégãos, pepino, meloa, amoras, ginja, cerejas, framboesas, centeio, trigo integral e arroz integral.

Como podem notar, uma grande variedade de alimentos estão confirmados cientificamente como protectores da saúde. Há virtudes nos alimentos e isso tem que ver com ácidos e sais minerais que possuem, tais como o ácido cítrico no limão, o ácido ascórbico na laranja, o ácido málico na maçã, o tártico, o salicílico, o Valeriano, etc, os sais de sódio, sais de cálcio, sais de magnésio, ferro, fósforo, enxofre, silício, etc. Há sais de cálcio na couve galega e no leite, ácido oxálico nos espinafres. A romã tem provitamina A. O kiwi é a fruta com mais vitamina C. A cenoura é a mais rica em provitamina A. O sódio e o cloro existem no sal, o potássio existe nas batatas e legumes verdes. O feijão seco e os legumes têm ferro. O zinco existe nos legumes e no farelo do trigo. O magnésio existe nos frutos secos, vegetais e cereais completos. Há fósforo nos grãos e nos ovos. Estes são os alimentos básicos para conquistar um corpo forte e sadio. Por tudo quanto dissemos, quem quer ter corpo saudável deve ingerir alimentos naturais, que são puros, porque o nosso corpo é composto pelos alimentos que assimilamos.



Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome : Email :