Planta medicinal Erva-férrea

erva-ferrea

Erva-férrea

Brunello vulguris L. Brúñela, prunela


O género Brunello compreende varias espécies e subespécies muito semelhantes e que possuem as mesmas propriedades. Esta é uma planta pequena, de 15 a 25 cm, com grandes flores labiadas azul-violáceas, cujo excelente néctar atrai com frequência as abelhas. A erva-férrea confunde-se frequentemente com a búgula, de um género vizinho, se bem que se distingam por duas características essenciais: a búgula tem as flores verticiladas dispostas em vários planos, enquanto as da erva-férrea se apresentam em cachos terminais; as folhas da búgula estão ligadas ao caule por um pequeno estreitamento do limbo, ao passo que as da erva-férrea são pecioladas. É possível que a origem do nome, do alemão Braun, castanho, se deva à cor castanha do cálice.
Esta planta foi sujeita a uma interessante experiência de adaptação à altitude. Exemplares da planície, levados para os Alpes e para os Pirenéus, produziram, ao fim de 20 anos, indivíduos mais fortes, com uma cor mais viva e, sobretudo, anatomicamente mais bem organizados para intensificar a sua função clorofilina. As flores maiores possuíam cores mais intensas. A Antiguidade, a Idade Média e a época contemporânea não se interessaram pela sua função medicinal; porém, no século XVI foi largamente utilizada. Em alguns países, é hábito confeccionar saladas com os rebentos jovens.

Habitat da erva-férrea: Europa; frequente em Portugal em locais húmidos, pinhais, caminhos de quase todo o Pais; até 2000 m.

Identificação da erva-férrea: de 0,05 a 0,70 m de altura. Planta vivaz com poucos pêlos; caule ascendente; folhas ovais, pecioladas, pouco recortadas; flores (Junho-Outubro), cálice castanho com 2 lábios distintos, corola azul-violácea, 4 estames, o lábio superior em forma de elmo e o inferior Irilobado, espigas providas na base de brácteas compridas e contíguas às folhas superiores. Cheiro levemente aromático.

Partes da planta erva-férrea utilizadas: planta inteira, sem a raiz (Junho-Outubro); secagem à sombra em local bem arejado.


Componentes da erva-férrea:
tanino, vestígios de lipidos e de essências, princípios amargos e resinosos

Propriedades medicinais da erva-férrea: adstringente, cicatrizante, detersivo, vulnerário.

A erva-férrea é usada no tratamento: anginas, boca, diarreia, ferida, hemorróidas.



Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome : Email :