Dicas de musculação feminina para emagrecer

Dentre os vários benefícios que a musculação pode trazer aos praticantes, está a perda e o controle do peso.

O ideal para as mulheres que querem emagrecer, é associar uma dieta de baixas calorias a, pelo menos, 3 treinos de musculação por semana. O resultado obtido neste programa será muito mais vantajoso comparado a apenas uma dieta, visto que na dieta perde-se também massa muscular. O que leva, consequentemente, a perda de saúde, de força e vigor.

 

 

Quando começa-se a treinar, não se pensa em outra coisa senão nos resultados, que precisam aparecer rapidamente e fazer o esforço valer a pena. E, no caso da musculação alguns truques podem fazer a diferença. Para ajudar na hora dos treinos temos, em seguida algumas dicas:

  • Pegue pesado:

Diminua as séries e aumente as cargas. Normalmente o indicado são séries de 12 a 15 repetições com a mesma carga. Ao invés disso, comece com 12 repetições no peso que encerrou o último treino e aumente o peso na segunda série, fazendo 10 repetições. Para terminar, aumente o peso e faça 8 repetições.

 

  • Pegue leve:

Se o treino mais pesado não lhe agrada, ou ainda não está fisicamente preparada. O ideal é diminuir as cargas e aumentar as repetições. Ou ainda, um treino alternado. Faça duas séries pesadas, e por fim, mais duas séries leves.

 

  • Combine exercícios:

Intercale séries de exercícios diferentes para o mesmo músculo, ao invés de fazer uma série de cada exercício por vez. Isso agiliza o ganho de massa corporal, e aumenta a perda de gordura, porque exige um esforço maior do músculo.

 

  • Descanse menos:

É essencial descansar entre uma série e outra, porém sem abusos. O ideal é no máximo 1 minuto de descanso. Se for superior a isso, perderá o ritmo de treino e os músculos irão “esfriar” o que aumenta o risco de lesões.

 

  • Comece pelos grandes:

Comece trabalhando os músculos grandes, isso exige maior esforço e os músculos pequenos ainda atuam como auxiliares. Treine, por exemplo, peito antes de bíceps, quadríceps antes de glúteos.

 

  • Aumente a carga:

Ao invés de ficar por um mês trabalhando a mesma carga, troque o peso a cada treino, respeitando sempre os seus limites físicos. Isso estimula seus músculos a se desenvolverem.

 

  • Respiração:

Respire na hora certa. Quando estiver na fase de contração muscular, inspire. E, na volta do movimento, expire. A respiração controlada dá mais energia para o treino e, pela contração do abdômen, protege a sua coluna.

 

  •  Descanse:

Não adianta ter pressa. O seu corpo precisa de 24 a 48 horas de descanso. Esse tempo é necessário para o corpo se recuperar das micro lesões ocorridas durante a musculação. Se o seu treino é diário, não trabalhe os mesmos músculos dois dias seguidos. Faça por exemplo pernas e glúteos num dia e no outro, peito e costas.

 

  • Ouça música:

Ouvir música durante o treino de musculação, além de te motivar, aumenta sua intensidade durante os exercícios, o que potencializa o treino, aumentando, consequentemente, a perda de gordura.



Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome : Email :