Consequências positivas da fé

A fé e a longevidade

A fé  é manifestada de várias maneiras e pode estar associada  a questões emocionais (tais como reconforto em momentos de aflição desprovidos de sinais de futura melhora. A fé relaciona-se com a esperança e a motivos considerados moralmente nobres ou estritamente pessoais. Pode estar direccionada a alguma razão específica (que a justifique moralmente) ou mesmo existir sem razão definida. Não carece absolutamente de qualquer tipo de argumento racional.

Muitos estudos indicam que a fé e a longevidade estão interligadas. Existem estudos feitos na Universidade de Iowa em que se comprova que as pessoas que assistem e participam em cultos religiosos regularmente tem uma maior probabilidade de aumentar anos à sua vida ( cerca de 35 %) em detrimento daquelas que não frequentam nenhuma  instituição religiosa.
Ao se estar envolvido num comunidade religiosa ou espiritual, esta ajuda no fortalecimento do sistema imunitário, diminuindo  o risco de se desenvolverem doenças  como a  hipertensão e os coágulos nas artérias. Ao frequentar estas denominações e ter fé nelas faz com que as pessoas possuam um estilo de vida mais saudável. Existe uma maior preocupação com a sua saúde  e a maior parte  delas procuram adoptar um estilo de vida calmo e com alguma qualidade. Estas denominações ou instituições religiosas fazem com que as pessoas  desenvolvam um certo sentimento comunitário umas com as outras, ajudando-se mutuamente. Certos líderes religiosos afirmam que os problemas e desafios  da vida para este tipo de pessoas com fé são mais facilmente ultrapassados.



1 Comentário to “Consequências positivas da fé”
  1. lucia

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome : Email :