Conservação de Alimentos

Alimentos, como mantê-los frescos e em boas condições

O sabor e o valor nutritivo dos alimentos podem ser afectados por processos de conservação inadequados. Os alimentos conservados a temperaturas mais baixas conservam-se sempre melhor do que os que são guardados perto de uma fonte de calor — calorífero, fogão ou depósito de água quente — ou que ficam expostos ao sol.

Fruta e legumes

Os frutos macios e os legumes verdes como a alface devem ser comprados frescos de dois em dois ou de três em três dias e guardados num armário arejado ou na despensa; no frigorífico, conservam-se durante dois ou três dias. Legumes como as batatas e as cebolas e frutos rijos em bom estado conservam-se durante vários meses se forem guardados num lugar seco. fresco e escuro, como uma garagem ou uma cave.

Peixe

O peixe deve sempre ser guardado no frigorífico. O peixe muito fresco conserva-se bem de um dia para o outro se for guardado num saco de plástico fechado na parte mais fria do frigorífico.

Criação

As peças de criação são um meio favorável à proliferação de bactérias patogénicas, pelo que não devem ser guardadas fora do frigorífico. Conservam-se dois a quatro dias no frigorífico.

Carne

A carne pode ser guardada durante dois a três dias no frigorífico. As carnes cruas e cozinhadas devem ser guardadas no frigorífico em recipientes tapados para evitar a evaporação e os cheiros. As carnes cozinhadas devem ser consumidas o mais tardar no dia seguinte àquele em que foram guardadas no frigorífico.

Lacticínios

A manteiga, as margarinas e o queijo podem ser comprados uma vez por semana e guardados numa despensa fresca ou no frigorífico. Guarde-os nas embalagens ou num recipiente tapado. Embrulhe os queijos duros em folha de alumínio.

Outros alimentos

Os óleos vegetais deterioram-se se não forem guardados num lugar fresco; portanto, mantenha uma garrafa pequena de óleo junto do fogão e vá-a enchendo à medida das necessidades.

Ingredientes secos como a farinha e o açúcar devem ser guardados em recipientes herméticos bem secos. A farinha simples conserva-se seis meses, a farinha com fermento, dois ou três meses e a farinha integral, dois meses. As especiarias conservam-se bem em recipientes hermeticamente fechados guardados num armário, mas as ervas aromáticas secas — que nunca devem ser expostas à luz — perdem o sabor ao fim de seis meses.



Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome : Email :