Como emagrecer ancas

Se pretende emagrecer em geral e em particular emagrecer as ancas, saiba que a regra de ouro para emagrecer é não passar fome. Acredite em nós e já vai perceber o porquê.

De acordo com os especialistas, a forma de satisfazer essa necessidade, a de comer (a de não passar fome mas sem engordar) está em comer todo o tipo de alimentos, em porções pequenas num prato pequeno e em ritmo baixo, devagar.

Pensa que por ter sido magra a vida toda esta arredada do problema de ter peso a mais? Está muito enganada. Depois da primeira gravidez ou ao ultrapassar a barreira dos 30 anos, a barriga parece não querer voltar ao lugar, as ancas alargam, e o peito decide não continuar a lutar contra a força da gravidade e começam os problemas físicos nas mulheres.

Porque é que as ancas ficam maiores?

 A retenção de líquidos e a acumulação de gorduras são as principais causas para o aumento das ancas. Mas o próprio corpo feminino está configurado para armazenar reservas energéticas, para futuras desenvolvimentos de fetos, precisamente nesta zona.

Como emagrecer ancas

Como emagrecer ancas

Para além disso, após a gravidez, o alargamento das ancas parece inevitável. Finalmente, a genética, a má alimentação, o sedentarismo e a idade, também ajudam.

Alguns truques de como emagrecer ancas

  • Faça uma alimentação equilibrada, à base de hidratos e proteínas, com algumas gorduras saudáveis, não saturadas, como o azeite virgem. Coma peixes.
  • Beba muita água, antes, durante e depois do exercício físico.
  • Faça diferentes tipos de exercícios físicos que, em conjunto, aumentem a capacidade do organismo em queimar calorias e eliminar gorduras mais depressa, atenuando a tendência natural do corpo para abrandar o seu trabalho: primeiro, exercícios cardiovasculares como bicicleta, marcha ou corrida. Depois, exercícios com resistência, específicos para trabalhar estas zonas. Aconselhe-se no ginásio com o treinador.

Uma ajuda extra para recuperar a firmeza que deseja, siga o seguinte plano de exercícios: Faça agachamentos, um movimento muito eficaz para levar as ancas e nádegas de volta ao lugar.

Emagrecer ancas com exercícios

Posicione-se com os pés afastados, paralelos às ancas, e realize a flexão da coxa (como se quisesse sentar-se numa cadeira atrás de si), mantendo as costas direitas, o abdómen contraído, calcanhar sempre apoiado no chão, e contraído, calcanhar sempre apoiado no chão, e sem deixar os joelhos ultrapassar a ponta dos pés. Repita 12 a 15 vezes, duas vezes.

Suba e desça escadas: 500 degraus por dia é o número perfeito para começar; vá aumentando a dose diária de 20 em 20 degraus, fazendo um aquecimento prévio e alongamentos depois. Faça-o três ou quatro vezes por semana.

Aperto com os glúteos

Num tapete ou colchão, deite-se de barriga para baixo, com as pernas direitas e os dedos dos pés apoiados no chão. Contraia os glúteos e levante as pernas. Mantenha 2-3 segundos as pernas em cima, e comece a descer até que os dedos toquem no colchão. Repita este exercício 12-15 vezes.

Sugestões de prevenção para alargamento das ancas

  • Coloque-se de gatas com os cotovelos e os joelhos apoiados num colchão. Os cotovelos devem estar afastados à largura dos ombros, os joelhos juntos, o pescoço alinhado com as costas, o olhar no chão.
  • Ao inspirar, levante a perna direita lentamente e, quando a coxa alcançar a altura do glúteo, pare, contraindo o rabo.

Quando baixar a perna, faça-o lentamente, até o joelho tocar no chão. Sem descansar, volte a subi-la. Repita 15 vezes com cada perna.



Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome : Email :