Como emagrecer a dançar

Dançar é uma atividade divertida e, ainda por cima, ajuda a emagrecer.

A dançar vai conseguir perder muitas calorias e de forma super agradável. A dança surge ainda como uma excelente alternativa, se já se cansou – ou simplesmente não gosta – dos treinos convencionais de ginásio, corrida, ou bicicleta.

No cinema, a dança já vem a mostrar os seus encantos há alguns anos, como nos filmes Dirty Dancing (1987) e Dança Comigo (Shall We Dance, 2004). Mas, agora também já se começa a tornar muito popular em ginásios e academias.

Para você se tornar uma “pé de valsa” assumida e perder peso de maneira alegre e descontraída, existe uma selecção dos principais ritmos ensinados nas aulas de Dança de Salão e também praticados no Carnaval brasileiro. Escolha o seu e boa diversão. Veja como emagrecer a dançar!

 

 

  • Bolero – Conhecida como “a dança dos apaixonados”, o Bolero pode ter nascido na Espanha, Caribe, Cuba, México. Mas é fato que faz muito sucesso nos países de língua espanhola e portuguesa. O ritmo nasceu lento, mas vem ganhando um novo formato ao longo do tempo, com mais giros e rodopios. Dançar Bolero por 1 hora faz você detonar, em média, 354 calorias.
  • Forró – Ninguém sabe ao certo de onde veio o termo “Forró”. Uns dizem que se originou da palavra africana “forrobodó”, que significava festa, farra, confusão; outros preferem acreditar na lenda de que engenheiros ingleses ou estadunidenses, que trabalhavam em estados nordestinos, promoviam bailes abertos ao público, de nome “for all” (para todos) e que, com o tempo, o povo passou a pronunciar “forró”. Mas, independente das origens, o ritmo é brasileiro e faz muito sucesso principalmente nas regiões Norte e Nordeste. A dança tem inúmeras variações e a mais ensinada nas aulas de salão é o Forró Universitário, conhecido também como Xote, de ritmo um pouco mais moderado. O gasto pode chegar a até 474 calorias por hora.
  • Hip-hop / Street Dance – Muito mais que uma dança, o hip-hop é uma cultura, com origens no sul do Bronx, em Nova Iorque (EUA), e envolve música (rap), arte (grafite) e linguagem (gírias). No Brasil, surgiu com força nos anos 1980, em São Paulo. As academias de dança que incluíram esse ritmo em seu repertório, geralmente ensinam o Street Dance (dança de rua), e a queima chega, em média, a 500 calorias por hora.
  • Salsa – Além de sensuais, os ritmos latinos fazem você mexer o corpo inteiro em ritmo intenso. De origem cubana, com essa dança você manda embora cerca de 594 calorias por hora. Mas prepare o fôlego e muita resistência muscular, já que vai movimenta de uma só vez pernas, braços e quadris, e que os joelhos ficam flexionados quase que o tempo todo.
  • Tango – Se há uma coisa da qual não podemos nunca reclamar de nuestros hermanos argentinos, essa coisa é com certeza o Tango! A dança mistura sensualidade, elegância, sedução, delicadeza, além de fazer qualquer coração bater mais forte. Prova disso é o filme “Perfume de Mulher” (Scent of a Woman, 1992): quem não sente o coração disparar quando ouve “Por Una Cabeza”, de Astor Piazolla, dançada por Al Pacino no filme? E o melhor: dançar tango também emagrece. Com uma hora de dança vão embora cerca de 474 calorias.

Dance bem ou dance mal, mas dance sem parar. Vê como é fácil emagrecer a dançar!



2 Comentários to “Como emagrecer a dançar”

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Nome : Email :